Ferramentas sociais ao serviço da saúde

Hoje tive o prazer de fazer uma apresentação no evento Q-Day: Inovação Contra a Crise organizado pela Quidgest. Este evento pretendia ser um palco para a partilha de conceitos, ideias e experiências que, de alguma forma, constituam inovações ou possam conduzir à inovação.

A Quidgest pediu para que, recorresse à minha experiência na NHS em Inglaterra e ao trabalho que desenvolvi na Headshift como consultora em projectos onde as ferramentas sociais eram usadas para criar novos canais de comunicação e colaboração. Assim surgiu a ideia de fazer uma apresentação sobre como as ferramentas sociais estão a ser usadas no contexto da saúde e do bem-estar.

Porque uma imagem, ou neste caso, um exemplo, vale mais do que mil palavras, ao invés de usar slides, resolvi apoiar toda a minha apresentação em sites que, disponíveis a qualquer pessoa, ilustram o que se pode fazer quando a tecnologia está disponível, as necessidades são claramente identificadas e à imaginação são retirados os limites.

O que se segue é uma lista dos sites que apresentei esta manhã, acompanhados de uma pequena descrição / justificação.

Patient Opinion
Patient Opinion - página inicial

Este site, de que já falei aqui, aqui e aqui, convida os cidadãos a falarem das suas experiências, positivas ou negativas, junto dos serviços públicos de saúde britânicos. Essa informação é depois usada por outros cidadãos para fazerem escolhas informadas sobre as instituições de saúde onde querem ser tratados, pelas próprias instituições para identificarem as áreas a melhorar e a manter, e pelo Ministério da Saúde para perceber temas quentes.

Patients Like Me
Patients Like Me - página inicial

Tal como diz o próprio site, este permite encontrar outros doentes com problemas semelhantes e com eles trocar experiências que vão desde os tratamentos aos sintomas. Este site actua ainda como forma de divulgação da última pesquisa nas doenças específicas “cobertas” pelo site.

Viver Outra Vez

“Dedico este espaço a todas as mulheres com Cancro da Mama. Faço um convite a todas que aqui queiram partilhar as suas experiências...” Mais palavras para quê? Um exemplo muito bem sucedido de uma senhora que criou um blog, numa plataforma disponível a todos os cidadãos: um canal de desabafo, de partilha e de informação em torno de uma das grandes doenças da actualidade.

Enabled by Design
Enabled by Design - Ideas Factory

Todos nós temos necessidades especiais, porque estamos doentes, porque temos as mãos pequenas, porque temos a perna engessada, porque nascemos surdos... No entanto, nem sempre temos possibilidade de conviver fisicamente com pessoas com necessidades semelhantes e nunca nos é possível saber tudo o que existe (ou pode existir) que nos ajude com as nossas necessidades. O Enabled by Design é um projecto que pretende juntar pessoas com necessidades especiais (todos nós), com a comunidade de designers (ansiosos por saber das necessidades concretas) e as empresas de manufactura e comercialização (sempre à procura de novos produtos). Neste espaço podem falar do que gostam e detestam, da forma como as suas necessidades são suprimidas com produtos existentes no mercado ou como não são e poderiam ser. O site inclui ainda um espaço para que se partilhem ideias e se trabalhe em seu torno.

Medicine Chest
Medicine Chest - página inicial

Não é científico, ninguém assume responsabilidade pelo que lá é dito. Com o objectivo primário de preservar formas de medicina tradicionais, este site inclui “histórias” de como tratar (ou se tratavam) dores de garganta, insónias, cancro, etc., com base em produtos naturais ou técnicas tradicionais. A preservação destas peças da história, a valorização do ambiente e tudo o que é natural, a partilha de dicas, estão no âmago do que atrai as pessoas ao site.

My Health Innovation

Ter ideias é bom. Poder partilhá-las, dar-lhes corpo com base no feedback de outros, e dar-lhes vida, é muito melhor. Esta é mais uma plataforma para que as pessoas avancem com as suas ideias, recebam votos e apoio de outras pessoas para que elas se possam concretizar.

Shift.ms

Para a comunidade de doentes e interessados em Esclerose Múltipla, este é um site onde se dá informação sobre a doença, onde se encontram pessoas de acordo com o local onde vivem, onde se partilham vídeos, etc..

Mapa noticioso sobre a gripe suína

Este site agrega notícias do Google News sobre a gripe suína, dando assim uma ideia do que se vai dizendo sobre a matéria em publicações noticiosas. A coloração das células reflecte o quão recente cada notícia é. Algo relativamente fácil de fazer do ponto de vista técnico mas um conceito interessante para a informação pública.

 

Poderia ter referido dezenas de outros sites, outros bons exemplos dos propósitos e da abordagem adoptada por estes. Esta lista foi criada com base em sites que fui descobrindo ou para os quais fui alertada e, confesso, inclui alguns sites que, eu mesma, ajudei a criar.

A caixinha de comentários nesta página é um convite às vossas opiniões mas também uma óptima oportunidade para sugerirem outros sites que pudesse fazer sentido eu ter incluído nesta lista. Afinal de contas, muitos dos exemplos são de Inglaterra e dos EUA e eu adoraria saber dos exemplos de língua portuguesa.

Uma última linha para referir que, obviamente, alguns dos princípios subjacentes aos sites aqui apresentados poderiam ser usados (e estão já a ser usados) em contextos diferentes. Por exemplo, não é difícil pensar que se poderia criar o equivalente ao Patient Opinion para fazer avaliação de escolas; ou que se poderia criar um My Health Innovation para incentivar a inovação em torno dos transportes públicos; etc..

Leave a reply