Estado da gestão de conhecimento em Portugal

Quando há 13 anos comecei a debruçar-me sobre a gestão de conhecimento, era desconhecimento e desconfiança que encontrava no olhar dos meus interlocutores.

A expectativa de, na altura, conseguir um emprego na área de gestão de conhecimento era nula e praticamente nulo era também o número de pessoas que eu conhecia que se interessavam pelo tema.

Hoje as coisas estão bem diferentes. A gestão de conhecimento, mal ou bem, é um conceito usado por muitos e está já presente de forma consciente em muitas organizações.

Mas... quantas? Que forma está a assumir? Que importância lhe é atribuída? Que objectivos tem e obstáculos encontra?

Descobrir a resposta a esta e outras questões é o propósito de um estudo que estou a realizar com a Maria José Sousa sobre o estado da gestão de conhecimento nas organizações em Portugal.

O estudo baseia-se num questionário que desde já o(a) convido a preencher. O tempo médio de resposta é 7 minutos, como recompensa pela sua ajuda, temos para sortear um fim-de-semana para duas pessoas no AquaHotel.

Os resultados "anonimizados" serão divulgados no início do próximo ano.

Leave a reply