Dando à luz novas práticas

Nas últimas semanas voltei a ser mãe. Pela segunda vez.

A alegria de dar à luz uma criança foi igual; o espanto por mais este milagre da vida foi também igualmente grande. Diferente foi apenas a forma como mentalmente me preparei para o parto e como lidei com as actividades inerentes a tomar conta de um recém-nascido. De alguma forma, já ter tido um outro bebé elimina os receios normais de ser mamã - será que vou ser boa mãe?, será que vou saber o que fazer nesta ou naquela situação?

Na verdade, senti que a experiência anterior me traria o conhecimento necessário para saber lidar com as varias situações. Mas, se até certo ponto isso acontece, há muitas coisas novas para as quais tenho poucas ou nenhumas referências para minha orientação. Vou tendo que improvisar, adaptando aquilo que aprendi com o primeiro filho ou o que vou ouvindo os meus amigos e familiares dizer (também com base na sua própria experiência).

E isto é exactamente o que acontece com as boas práticas: são um bom ponto de referência que podemos e devemos usar mas que teremos, quase de certeza, de adaptar às nossas / novas circunstâncias. Se é bom haver partilha de boas práticas, é também bom perceber que estas deverão ser ponderadas antes de aplicadas. Até porque, nalguns casos, e devido às diferentes circunstâncias, podem ter efeitos opostos aos que tiveram quando anteriormente aplicadas.

7 comments

  1. Teresinha Fernandes 4 Abril, 2011 at 12:33 Responder

    Parabéns Ana!

    Após algum tempo afastada destas lides, retomo o contacto com a kmol e é com profundo prazer que vejo teres partilhado connosco essa nova etapa da tua vida.

    O maior dos sucessos nessa grande empreitada que é ser mãe!

    Um grande beijinho de até já

    Teresinha Fernandes

  2. Ferdinand 4 Abril, 2011 at 13:11 Responder

    Ana

    Tenho certeza que todos estavam torcendo por você e teu segundo baby.

    Feliz retorno ao teu cyber-espaço!

    Muita sorte e felicidade para todos da família.

    Sua falta neste espaço se faz sentida.

  3. Virginia Pires 4 Abril, 2011 at 23:51 Responder

    Ana, desejamos sucesso nesta nova fase que inicias. E parabenizar o presente que seu bebe recebeu – voce. Felicidades Mamãe.

  4. Ana Paula G. Bertolin 5 Abril, 2011 at 19:02 Responder

    Olá Ana! Parabéns por este novo presente que vc acabou de ganhar. Esperamos poder acompanhar aqui do Brasil o seu banco de boas práticas!

    Um abraço e parabéns por mais um case de sucesso!

    Ana Paula G. Bertolin

    Curitiba/PR/Brasil

  5. José Dinis 5 Abril, 2011 at 20:22 Responder

    Ana

    Parabéns…

    Muitas Felicidades para o Bebé, a Mamã, o Papá, incluindo a família e amigos.

    Bem!… no contexto deste “Blog”…

    Naturalmente que a criancinha nasceu já com um conjunto de vivências e elementos de aprendizagem, através do diálogo virtual que no período da gestação tenha observado, mesmo que de forma muito incipiente.

    Desconhecendo quão importante é esse período para o sistema de aprendizagem do Bebé no porvir, auguro que tenha sido relevante o “diálogo” entre a Mãe e o Bebé e que o futuro venha a confirmar esse desígnio…

    Desejos de muita sorte!… E como alguém já disse, “sorte… é muita preparação e sentido de oportunidade”… Então… a Ana tem todos os predicados para encaminhar essas crianças nesse sentido.

    José Dinis

  6. Ana Neves 6 Abril, 2011 at 11:16 Responder

    Muito, muito obrigada pelas vossas calorosas palavras – aqui deixadas em comentário ou enviadas através de mensagens pessoais. Fico muito emocionada com o vosso carinho! Embora não me surpreenda – afinal têm-no partilhado comigo ao longo destes 10 anos de vida do KMOL (faz este mês 10 anos) e é isso que me dá força para continuar.

Leave a reply