Administração Pública Federal

Capa do Relatório

Capa do Relatório

A utilização da Gestão do Conhecimento no setor público é uma estratégia de um novo caminho para o melhor desempenho e para o melhor relacionamento interno e externo das organizações desse setor. Segundo Wiig (1999) a viabilidade de qualquer sociedade depende da qualidade do fornecimento dos serviços públicos e essa qualidade é influenciada por vários fatores: estrutura governamental, responsabilidades, capacidades, informação, especialização do quadro de servidores e conhecimento disponível.

Entre todos esses fatores o autor considera o conhecimento como o maior possibilitador – o recurso básico que governa a natureza e a direção das ações. Sem o conhecimento adequado, as ações terão como base a ignorância e serão arbitrárias ou sem efetividade.

Em face desses desafios a comunidade internacional, incluindo governos, organizações governamentais e não governamentais, e o setor privado, deve direcionar suas ações para três iniciativas que, segundo a UNESCO, são os pilares que podem sustentar a criação de uma sociedade do conhecimento para todos:

  1. uma avaliação das formas de conhecimento existentes para melhorar o compartilhamento desse conhecimento;
  2. uma abordagem mais participativa para o acesso ao conhecimento; e
  3. uma efetiva integração de políticas relativas ao conhecimento.

A importância de uma política de Gestão do Conhecimento para o setor público foi indicada por um estudo efetuado pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA) que afirma “... as iniciativas isoladas; os esforços pulverizados, muitas vezes em um mesmo ministério; a ausência de comunicação e compartilhamento de informações internamente e entre as organizações sobre práticas de GC; e o desconhecimento do tema entre membros da alta administração, chefias intermediárias e servidores de maneira geral, demonstram que para que ocorra a massificação da Gestão do Conhecimento na Administração Direta uma política de GC faz-se necessária”.

O objetivo deste relatório é tornar disponível para os interessados no tema o diagnóstico de necessidades e as demandas de Gestão do Conhecimento GC) das organizações componentes da Administração Pública Federal brasileira e apresentar a proposta da Política de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Federal brasileira. Desta forma, espera-se que a socialização do conhecimento gerado nessa experiência sirva de base a outras esferas de governo, no Brasil e em outros países, para a

elaboração de políticas públicas de gestão do conhecimento similares.

Relatório em português e em inglês.

Leave a reply