Conectado: O que a Internet fez com Você e o que Você pode fazer com Ela

Existem bastantes livros em português sobre a Internet mas ainda não há muitos sobre ferramentas sociais. Este livro oferece um misto entre estes dois temas inter-relacionados. Spyer baseia-se na sua experiência e num extenso trabalho de investigação para nos falar da forma como a Internet está a criar um mundo conectado e como as ferramentas sociais estão a criar modos alternativos de as pessoas se conectarem.

Conectado (Spyer 2007) - capaOs dois primeiros capítulos contextualizam o trabalho e reflectem sobre a economia da colaboração, uma economia que contraria as regras de mercado habituais, uma economia onde as pessoas estão dispostas a doar tempo e conhecimento. As motivações parecem ser a reciprocidade, o prestígio, o incentivo social e o incentivo moral.

Os capítulos que se seguem apresentam uma série de ferramentas colaborativas, falando das suas características, aplicações e vantagens e desvantagens: chat, comunicador instantâneo, fóruns de discussão, listas de discussão, blogs, wikis, agregadores de conteúdo, folksonomia e networking social. Para além disso, são explicados alguns algoritmos que olham para os próprios utilizadores para destacar o conteúdo que merece atenção.

A segunda parte do livro sugere exemplos de aplicação das ferramentas e conceitos anteriores. Esta é, para mim, a parte mais fraca do livro que peca pela visão perigosamente simplista que dá de alguns aspectos.

A terceira parte está muito mais bem conseguida e fala de mais casos concretos de aplicação de ferramentas colaborativas a campos específicos: causas sociais, activismo, governo, negócios, marketing, ensino e comunicação social.

O capítulo dezassete explora a forma como a Internet em geral tem criado novos desafios legais, económicos e sociais, pelo facto de abrir novas portas à violação de direitos de autor e a problemas relacionadas com a privacidade e o acesso de menores. Este capítulo levanta algumas questões interessantes sobre o quão controlável é a Internet e sobre a validade e abrangência das leis actuais. Por esse motivo o capítulo fez-me lembrar o livro Blogues Proibidos.

Segundo o autor, o livro é particularmente endereçado a pessoas que “ainda não ganharam familiaridade com a tecnologia a ponto de aproveitá-la para além do uso tradicional” (p 233). Como tal, explica de forma muito acessível conceitos básicos de ferramentas colaborativas e da Internet. Spyer inclui numerosos exemplos que, não só permitem ao leitor entender melhor os conceitos explicados, como sugerem portas de entrada para quem os quiser explorar em mais detalhe.

Apesar de escrito por um brasileiro, os exemplos apresentados são, quase todos eles estrangeiros pelo facto de não haverem ainda muitos casos no Brasil, mas são também sugeridos alguns sites nacionais.

Porém, e para além dos capítulos mais básicos do livro, existem alguns outros capítulos relevantes para qualquer pessoa que se interesse por estes temas. Assim, destaco o último capítulo: “Internet – destino ou desafio?”. Extremamente bem escrito, oferece argumentos bem interessantes que convidam o leitor a reflectir sobre a questão que lhe dá o nome. Suportando-se no trabalho de Kevin Kelly (autor de Out of Control, 1994) e Yochai Benkler (autor de The Wealth of Networks, 2006) é mais uma prova do imenso trabalho de investigação do autor.

Considero a estrutura do livro algo estranha e nem sempre lógica e penso que valeria a pena ter criado dois livros: um com os conceitos mais básicos para quem se interessa em dar os primeiros passos, e um outro com conceitos, argumentos e reflexões mais avançados e complexos. No seu formato actual, corre o risco de, em partes, ser considerado demasiado básico por uns e demasiado avançado por outros.

Para quem ler esta resenha, aconselho a concentrarem-se nos primeiros onze capítulos (partes 1 e 2) se procuram esclarecimento e exemplos sobre os conceitos mais básicos, sobre ferramentas sociais e exemplos de aplicação, e para saltarem para o capítulo 12 (parte 3) se pretendem ler argumentos claros e interessantes sobre o papel, o impacto e os desafios colocados pela Internet.

Para terminar devo acrescentar que o capítulo "Impactos da rede na mídia" está disponível em formato PDF para acesso livre e que o autor disponibilizou uma lista de todos os sites referidos no livro.

Conectado (Spyer 2007) - capaSobre o livro:
Conectado: O que a Internet fez com Você e o que Você pode fazer com Ela
Juliano Spyer. Jorge Zahar Editor, Brasil, 2007.

Leave a reply