Designing Intranets - capa do livro

Designing Intranets: Creating Sites That Work

Depois de ter lido “What every intranet team should know” de James Robertson, acabei agora de ler “Designing intranets” do mesma autor. Este último é um livro mais extenso, mais detalhado e focado nos aspectos de navegação e organização de conteúdo das intranets.

Design é entendido neste livro como o conjunto da estrutura do site, a navegação, a disposição dos elementos nas páginas e o conteúdo e aspecto gráfico da primeira página. E um óptimo design é aquele que faz sentido e é útil para os colaboradores, produz resultados para o negócio, constrói confiança, reflecte e reforça a cultura organizacional e que melhora a sua própria sustentabilidade e gestão.

Depois de apresentados os nove erros mais comuns na criação ou recriação de uma intranet, Robertson passa a descrever os passos necessários para os evitar.

A primeira coisa é entender as necessidades dos colaboradores, considerando várias formas de recolha de informação, junto deles e não só. De seguida é importante decidir qual o tipo de intranet que se procura - corporativa, útil ou rockstar – e definir uma estratégia que oriente a sua execução, gestão e manutenção.

Depois disto, seguem-se:

  • fazer um inventário do conteúdo existente (na actual intranet ou espalhado na organização)
  • perceber como os colaboradores pensam
  • desenvolver a estrutura, testá-la, refiná-la e finalizá-la
  • criar os designs para as várias páginas, testá-los, refiná-los e finalizá-los
  • implementar.

Um dos capítulos mais interessantes dedica-se à página inicial da intranet, dando ideias dos vários elementos que nela podem estar presentes de acordo com a função que lhe queremos dar: notícias, navegação, ferramentas, informação, comunidade e cultura, marketing interno ou colaboração. Isto relaciona-se de perto com o tipo de intranet que a organização pretende:

  • centrada na comunicação interna
  • rica em conteúdo
  • baseada em tarefas
  • colaborativa ou social
  • focada na cultura organizacoinal.

O autor dedica um capítulo à questão da personalização, distinguindo a personalização feita pelo próprio colaborador ou o direccionamento ou filtragem de conteúdo pelo sistema de acordo com características dos colaboradores.

Este não é um livro sobre usabilidade nem sobre design gráfico de sites / intranets. Procura antes orientar o processo de concepção de uma intranet que sirva os objectivos definidos pela organização.

Mais uma vez Robertson traz-nos um livro escrito numa linguagem clara e com a preocupação constante de ilustrar as ideias apresentadas e de dar conselhos práticos passíveis de implementar pelas organizações. São muitas as imagens retiradas de intranets de todos os tipos de organizações, de várias partes do mundo.

Designing Intranets - capa do livroSobre o livro:
Designing Intranets: Creating Sites That Work
James Robertson. Step Two Designs, Australia. 2010.

1 comment

Leave a reply