Peer Assists e Peer Reviews

Questão enviada: Qual a diferença entre peer assist e peer review?

A minha resposta:

Apesar de serem muitas vezes confundidas, e os seus nomes usados aleatoriamente, peer assist e peer review, são, na minha opinião, duas técnicas distintas com propósitos diferentes.

Uma sessão peer assist é realizada na fase de planeamento de um projecto ou no início de uma tarefa / etapa importante de um projecto. São convidados para a sessão os membros da equipa de projecto (ou, pelo menos, alguns) bem como outras pessoas que tenham participado em projectos / tarefas semelhantes. O objectivo é transferir conhecimento tácito relacionado com projectos idênticos.

Uma sessão de peer review é realizada depois de uma tarefa / etapa importante de um projecto. Nesta sessão participam membros da equipa de projecto (ou, pelo menos, alguns) e outras pessoas que podem, ou não, ter experiência no tipo de problema / projecto em causa. O principal objectivo desta sessão é permitir à equipa de projecto recolher opiniões críticas sobre o trabalho já realizado por forma a considerarem e explorarem outras alternativas. Os convidados oferecem uma nova perspectiva sob o problema. O fruto desta sessão pode motivar a equipa de projecto a repetir alguns passos ou a integrar as sugestões recolhidas em etapas futuras.

As sessões de peer assist e peer review variam muito no que diz respeito à sua duração, podendo ir desde meio-dia a vários dias. A complexidade do projecto / tarefa, a disponibilidade e o custo das pessoas convidadas são, geralmente, os factores que decidem a duração destas sessões.

2 comments

  1. Ferdinand 7 Maio, 2011 at 13:54 Responder

    Peer assist /review é talvez uma das mais importantes etapas na emissão de documentos de projeto,(novo ou registro de uma etapa concluída)e também uma das mais negligenciadas. A alta administração imagina que reduz custos eliminando as revisões de projeto, e não faz ideia do custo incremental no projeto que tem que corrijir erros durante a fase de implantação. Identifico aí uma oportunidade para a ação da Gestão de Conhecimento.

    • Ana Neves 9 Maio, 2011 at 23:03 Responder

      Sem dúvida, Ferdinand. Este tipo de sessões podem implicar o investimento de recursos (tempo e dinheiro – para viagens, por exemplo) mas são geralmente bastante úteis e podem permitir grandes ganhos futuros.